em Saúde

Rinite Alérgica: Sintomas, Diagnóstico, Tratamento e Dicas

Quando as mucosas do nariz se inflamam se da a Rinite que pode ser Rinite alérgica ou não alérgica. No caso de Rinite Alérgica em grande frequência é de origem hereditária, porém não impede que muitas pessoas sofra um desencadeamento da doença.

O Que Causa a Rinite Alérgica?

  •   Descamação da pele,
  • Poeira doméstica,
  • Mofo,
  • Pelos de animais,
  • Medicamentos,
  • Fungos,
  • Pólen,
  • Certos alimentos,
  • Mudanças de temperatura,
  • Perfume,
  • Bactérias,
  • Vírus e etc.

Quando manifesta na pessoa ela desenvolve um sistema crônico e se torna imune às defesas do organismo.

tratamento renite alergica

Quais os Sintomas da Rinite Alérgica?
Depende do grau em que o organismo foi exposto ao agentes causadores, mas em menor ou maior eficiência os sintomas se dão como espirros, coceira no nariz, com a inflamação das mucosas o nariz se entope e tanto os olhos, céu-da-boca e garganta ficam coçando.

Qual melhor diagnóstico para a Rinite Alérgica?
Em primeiro é saber se a Rinite é mesmo a alérgica o que o médico vai saber avaliar em primeira mão. Depois vem os exames como tomografia, endoscopia rinossinusal e raio X. Na sequência é descobrir qual dos agentes que está provocando a doença.

Qual o melhor tratamento para a Rinite Alérgica?
Ela não tem cura, mas fique tranquilo, pois com alguns cuidados tais como isolar-se de contato com o agente provocativo, vacinas antialérgicas, medicamentos podem prevenir e até mesmo diminuir o efeito da Rinite.

Os remédios nesta área possuem tendências de fortes efeitos colaterais, também por isso é indiscutível a presença da orientação médica – nunca tome um remédio porque seu vizinho tomou, outros engordam as pessoas. Tenha certeza das orientações médicas para cada ocasião.

Melhores Dicas Para Prevenção:

  •   Nunca se medique… Procure um especialista,
  • Se trabalha no ar condicionado consuma mais água,
  • Alimente-se bem, não fume e pratique caminhadas,
  • Animais de estimação devem ficar do lado de fora da casa,
  • Roupas guardas devem ser lavadas antes de usar,
  • Lavar roupas de cama toda semana,
  • Deixe o sol entrar no quarto e arezar durante o dia,
  • Evite espanadores e vassouras, prefira aspiradores ou pano úmido,
  • Evite carpetes, tapetes, cortinas e almofadas onde ácaros se alojam facilmente e acumulam poeira,
  • Abuse das máscaras (são baratas) quando for dar faxina em armários, guarda-roupas, etc.

Lembre-se, melhor tomar todos estes cuidados como estilo de vida que se submeter a tratamentos posteriormente em algo que nem cura ainda descobriram.

Escrever comentário

Comentário