O que fazer quando pensamos em mudar de curso?

Em nada é bom agirmos por impulso, por isso, antes de dar início a qualquer curso que seja, o ideal é que você faça pesquisas sobre o assunto, converse com profissionais da área, bem como com os alunos do terceiro ou quarto ano, pois estes já terão uma noção do dia a dia da futura profissão.

Porém, se você já deu início a um curso e está em dúvida se deve ou não segui-lo a diante, antes de optar por desistir, tente aguardar até a parte prática do mesmo; em geral a teoria é bastante diferente da prática.

É sempre bom lembrar de que há profissões em que abrem um leque de oportunidades a nossa frente, como por exemplo, cursando Psicologia você poderá atuar não somente como psicólogo, passando os dias inteiros dentro de um consultório, mas poderá trabalhar também como orientador nas escolas, lidando com jovens e crianças; estudando o comportamento de determinado grupo de consumidores, a fim de orientar o marketing de empresas privadas e agências de publicidade.

Ainda assim, se você entendeu que o curso escolhido não está sendo do seu agrado, a orientação é bastante simples: seguir outra linha de raciocínio; nunca é tarde demais para traçar novos projetos e o erro não estaria em desistir do curso, mas sim em persistir em algo no qual você não está se sentindo em harmonia.