O Primeiro Teatro da Casa da Opera de Londres, Europa

Em 1728, John Rich, ator e produtor da Duke’s Company da Lincoln’s Inn Fields Theatre, comissionou a The Beggar’s Opera, de John Gay. O sucesso dessa empreitada lhe garantiu o capital necessário para a construção do Theatre Royal (projetado por Edward Shepherd) no local do antigo jardim do convento {covent garden), parte de onde, nos anos de 1630, Inigo Jones erguera uma praça e igreja.

Covert-Garden-Theatre

Além disso, uma Escritura Real (Royal Charter) havia ali estabelecido um mercado de frutas e vegetais, mercado este que sobreviveu até 1974. Sua inauguração deu-se a 7 de dezembro de 1732, quando Rich foi carregado por seus atores em cortejo triunfal até o interior, onde foi apresentada a produção The Way of the World, de William Congreve.

Durante os primeiros cem anos ou durante sua história, o teatro foi principalmente uma casa de espetáculos, com a carta-patente garantida por Carlos II tinha assegurado o selo de privilégio real para apresentação exclusiva em Londres de dramas.

Apesar do frequente intercâmbio entre o Covent Garden e a Drury Lane Comp., que tinham intensa competição, era frequente a apresentação das mesmas peças. Rich introduziu a pantomima no seu repertório, ele próprio representando (sob o pseudônimo de John Lun, como Arlequim) e a sazonal pantomima transformou-se numa tradição, que continuou no moderno teatro até 1939.

Em 1734 o Covent Garden apresentou seu primeiro balé, Pigmalião. Marie Sallé rompeu com as convenções, despindo-se de seu colete, e dançou em roupas diáfanas. George Frideric Handel foi nomeado diretor musical da companhia, na Lincoln’s Inn Fields, em 1719, mas sua primeira estação de ópera, no Covent Garden, não foi apresentada antes de 1735.

Sua primeira ópera foi Il pastor fido, seguida por Ariodante (1735), estreando Alcina, e Atalanta no ano seguinte. Foi feita uma apresentação real do Messiah em 1743, cujo sucesso iniciou a tradição de sua apresentação durante a Quaresma. De 1735 até sua morte em 1759 Handel fez apresentações regulares ali, e muitas de suas óperas e oratórios foram escritos para o Covent Garden, ou tiveram ali suas estréias londrinas. Ele doou seu órgão a John Rich, e este foi colocado em posição de destaque no estágio, mas foi um dentre muitos itens valiosos que se perderam com a destruição do teatro, num incêndio, em 1808.

Europa Aqui!