em Geral

Moto Usada, O que você deve saber e dicas antes de comprar

Quando você consegue um dinheiro para comprar uma moto usada aí que começa os maiores dilemas: decisões sobre marca, qual o ano comprar, verificar o estado da motocicleta. Ou seja, você precisa fazer um excelente negócio. Então aqui vão as dicas que ajudarão você na escolha da motocicleta certa. Se não conseguir comprar uma moto nova, vamos à usada mesmo.

como-comprar-sua-moto-usada-parte1-1

A Tabela Fipe – O primeiro passo é ver a Tabela Fipe que presta serviços em 24 estados brasileiros que são os de AC, AL, AP, BA, CE, ES, GO, MA, MG, MT, MS, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, SC, SP, SE E TO. Mesmo que você esteja fora destes estados terá uma boa noção de valores. A tabela traz diversas marcas, ano de fabricação e modelo da moto, sabendo que os valores são praticados acima ou abaixo conforme necessidade e conservação.

Verificar a quilometragem – A quilometragem da moto é importante porque mostra o quanto de sua vida útil foi utilizada por isso é importante observar na hora da escolha. Tudo tem haver, se a quilometragem é maior logo todas as suas peças também estão com um maior desgaste e o inverso também é verdadeira porem observando que os números do velocímetro da moto podem ser manipulados, então uma confiança cega nunca é bom.
Verificar a mecânica da moto – As motos quatro tempos são fáceis de perceber o estado do motor. Por exemplo, se ela estiver saindo fumaça para uma moto 4 tempo já é um péssimo sinal, isso indica que o motor está complicado e preste a precisar de um exaustivo reparo, uma boa retífica.

Vazamento de óleo – Observe se a moto está tendo vazamento de óleo devido a seus retentores estar gastados, os retentores das canelas bem como dos eixos do seletor de marchas e não esqueça também de observar o pedal de partida.
Observe se há folgas – Não deixe em hipótese alguma de observar se a moto está tendo folgas na balança traseira, pois é o necessário para acabar com os amortecedores. Os amortecedores merecem uma verificação toda minuciosa devido ao alto custo de fazer reparos ou troca dos mesmos. Fazendo uma maior força para “provar” a capacidade do amortecedor e observar sua resposta de está suave e nunca rápida. Se o amortecedor der um retorno ligeiro é sinal de que está chegando ao seu limite de uso deixando a suspensão somente por conta da moa.

Caixa de direção – Agora vamos para a direção colocando o descanso lateral da moto para levantar a roda dianteira do chão. Com a roda suspensa segure a ponta da canela perto do eixo e force fazendo movimentos laterais. Se existir folga você perceberá imediatamente

O documento da moto – Muito cuidado com os documentos. A primeira coisa que se verifica são a existência de atrasos e multas bem como o número do chassis batendo com o número do motor se estão em acordo com o número mostrado no documento.
Some todas as despesas que você terá para colocar a moto no estado usável e maiores dúvidas não economize em levar a moto num profissional do ramo para orientações.

E boa sorte

Escrever comentário

Comentário