Michael Jackson se suicidou? Defesa de Conrad Murray tenta com alegação

Pode haver uma pequena luz no fim do túnel para o médico Conrad Murray, suspeito de matar o Rei do Pop, Michael Jackson. A defesa de Murray vai alegar que Michael teria se suicidado ao se automedicar injetando uma dose fatal de Propofol (remédio para tratar a insônia do cantor), informou o site “TMZ.com”.

“Acho que está claro que a defesa maneja a teoria de que a vítima, Michael Jackson, se matou”, disse o subfiscal David Walgren durante audiência dessa quarta-feira, dia 29, para determinar se a defesa de Conrad terá acesso a duas seringas encontradas no quarto do astro para realizar testes.

Michael morreu em 25 de junho de 2009 aos 50 anos de idade, quando se preparava para uma série de shows em Londres.

Conrad Murray, de 57 anos, é acusado de homicídio culposo (quando não há a intenção de matar) e aguarda a próxima audiência em liberdade após pagar uma fiança de US$ 75 mil.

Até Breve!