HPV e o Câncer de Colo do Útero: Como Prevenir o Câncer

O que é HPV e Como fazer prevenção do câncer de colo do útero que já é o 2º tumor mais presente nas mulheres do Brasil é o que vamos falar neste artigo. Com uma alarmante estatística que atinge 510 mil novos casos ao ano de câncer de colo do útero que se não tomado imediatas e exaustivas medidas de prevenção os números vão subir assustadoramente.vacina-HPVJá está em segundo lugar o tumor que mais atormenta as mulheres no Brasil e por isso o esforço de conscientização com as mulheres deve multiplicar levando informações e orientações de como prevenir a doença.

Diante do exposto o primeiro passo é saber qual a principal causa do câncer do colo do útero para assim podermos eliminá-lo. São medidas simples e disponível a todas as mulheres que se seguidas pode derrubar esse gigante que assola as mulheres.cancer-colo-uteroCausa do Câncer – A principal causa do câncer do colo do útero é o HPV (Papilomavírus Humano) que de suas mais variadas formas (mais de 100 tipos de HPV), 35 delas trabalham a infecção anogenital e dessas 35 espécies de HPV considera-se que 15 são os causadores do câncer. Apesar das demais formas do vírus HPV serem consideradas de baixo risco, mesmo assim causam males como verrugas genitais e lesões.

Tipos de HPV que causam câncer – Não devemos pensar que essas 15 variações de HPV são um número insignificante, pois o câncer de colo do útero é provocado por elas atingindo 99,7% dos casos e suas designações são os HPVs do tipo 16, 18, 31 e 45 se responsabilizam por 80% dos casos.

Como é Transmitido o Vírus HPV – A transmissão é efetuada pelo contato pele a pele que geralmente vem pela relação sexual mesmo quando não existe a penetração vaginal se uma das duas partes estiver infectada e a contabilização é que até 80% das mulheres são ou serão infectadas ao longo de suas vidas mesmo que em muitos casos o vírus não prospere.

Sintomas do HPV – A maior ironia é que o vírus HPV geralmente não faz manifestações alarmantes o que dificulta detectar a presença do vírus pela falta de sintomas. O procedimento indicado é fazer frequentemente o exame Papanicolau onde se verifica alterações das células do colo do útero acompanhando assim caso o mesmo esteja presente sua evolução. O vírus ainda conta com a vantagem de se alojar, uma vez que contamina o útero, por 10 a 15 anos para se manifestar.prevencao-cancerA Cura da Infecção do HPV – 100% das mulheres que descobrem em seu estado inicial geralmente recebem a cura, todavia a prevenção ainda é o melhor remédio para garantir que não fará parte da estatística.

Exames de Prevenção e Tratamento do Vírus HPV – O exame que deve ser feito anualmente inclusive por mulheres grávidas sem nenhum perigo para a saúde é o Papanicolau – este, um exame simples e fácil de fazer e melhor ainda, indolor onde o médico colhe células do colo do útero para exames e percepção de possíveis alterações. Caso haja presença de infecções que levam à suspeita da presença do câncer o exame Colposcopia onde é possível saber exatamente o lugar onde o tumor maligno se aloja.

Infelizmente a camisinha não é suficiente para garantir ou evitar a transmissão do HPV já que o simples contato da pele infectada é suficiente para contaminar o parceiro(a), mesmo assim, em 80% dos casos a camisinha foi eficaz e o incentivo do seu uso deve-se a tantas outras doenças que ela pode impedir a proliferação incluindo a AIDS bem como gravidez que não é desejável.

Fora o exposto, a higienização diária, o não compartilhamento de peças íntimas com qualquer pessoa que seja e demais roupas, e ainda a fidelidade no relacionamento livrando-se dos muitos parceiros sexuais e aproveitar as vacinas.