História da Trafalgar Square em Londres, Europa

Entre os séculos XIV e XVII, o local agora ocupado pela Trafalgar abrigava os estábulos adjacentes ao Palácio de Whitehall. No século XVIII, a região passou a ser controlada pela Royal Household e os estábulos foram demolidos como parte dos projetos de revitalização da cidade.

trafalgar-square_551

Em 1820, o Príncipe Regente contratou o renomado arquiteto John Nash para desenvolver um local de lazer no centro de Londres. Nash, então, desenvolveu um espaço amplo e destinado a cultura da população local. Em 1830, o local foi oficialmente batizado de Trafalgar Square – nome escolhido por George Ledwell Taylor, outro conhecido arquiteto local.

Durante a década de 1830, a região passou por profundas mudanças, começando com a construção de um prédio da National Gallery. Logo após a conclusão desta obra, outras mudanças foram propostas por Sir Charles Barry, que sugeriu a elevação de parte da praça que seria ligado a outra parte por escadarias.

Além disso, Barry propôs a construção de duas fontes ao lado de um momento em homenagem a Horatio Nelson cuja pedra fundamental foi lançada em 1838.

Em 1843, a Coluna de Nelson foi concluída, sendo que as fontes foram colocadas dois anos depoiS. Nos anos que se seguiram foram colocados os leões de bronze esculpidos por Edwin Landseer. Ao final da década de 1840, a Trafalgar Square já possuía as características que conserva até a atualidade.

 

Europa Aqui!