em Saúde

HERPES ZOSTER: Sintoma, Vacina e Como Tratar

HERPES ZOSTER. A estimativa é que UMA em cada TRÊS pessoas sofrerá Herpes-Zoster durante a vida. Mas o que é de fato essa “nova” enfermidade que vem como um susto?

Na verdade a população conhece com o nome de COBREIRO e a causa é o mesmo vírus da CATAPORA.

HERPES ZOSTER: Ocorrência

O que ocorre é quando na infância a pessoa adquire a catapora e quando fica curada o vírus fica adormecido na medula espinha bem no sistema nervoso por anos a fio.

O que ocorre é que uma baixa imunidade e mesmo poderá acordar de seu “sono” reativando-se e desencadeia a HERPES –ZÓSTER e não a catapora.
HERPES ZOSTERAqui no Brasil a cada ano os hospitais registram em média 10.000 somente no sistema do SUS com os problemas de Varicela e Herpes-zóster e pode levar a óbito o que acontece em maior índice nos adultos acima de 50 anos.

HERPES ZOSTER: SINTOMAS DA HERPES-ZÓSTER

Vão aparecer sintomas como dor localizada, perda de sensibilidade, ardência, mal-estar e até uma mancha avermelhada bem delineada.

Ficará assim por cerca de duas semanas antes que aparecem bolhas na pele exatamente onde as dores estão durando cerca de até 10 dias até estas bolhas romperem-se e ficarem secas vindo uma crosta no local.

Todo o processo em geral dura uns 30 dias. Geralmente leva a pessoa à depressão, dificuldades na vida profissional, dificulta bastante o humor e o sono.

HERPES ZOSTER: REGIÕES DO CORPO ONDE ATACA

No rosto, especificamente nos olhos, no tórax, abdome região lombar são as mais preferida do vírus e caso seja no rosto atingindo a região dos olhos pode causar problemas permanente nos olhos.

O melhor remédio em primeiro lugar é estar informado para uma ação mais rápida onde o médico indicará antivirais.

Para evitar que se prolongue a doença e fazer com que ela seja amena e também os remédios para aliviar o sofrimento das dores como também ante inflamatórios.

HERPES ZOSTER: VACINA PARA HERPES-ZÓSTER

Uma das notícias boas é que a vacina recentemente (abril/2014) providenciada para o Brasil tem uma premissa para 7 anos.

Porém em alguns casos pode não ser eficiente e a pessoa mesmo assim poderá contrair a doença outro entrave é que a vacina não é gratuita.

Escrever comentário

Comentário