Guadalajara, Turismo, Centro histórico, Palácio Municipal e arquitetura gótica e barroco

Você não vai se ater apenas aos jogos. Afinal no Pan de 2011 também tem lá seus horários de folga. Nesse tempo que você vai poder aproveitar a viagem e conhcer o centro histórico de Guadalajara. É a parta mais antiga da cidade, onde foi fundada e onde os edifícios mais antigos estão localizados.

  • A Catedral Metropolitana começou a ser construída em 1558 e foi consagrada em 1616. Suas duas torres foram construídas no século XIX depois de um terremoto que destruiu os originais.

Eles são considerados um dos símbolos da cidade. A arquitetura é uma mistura de gótico, barroco, mourisco e neoclássico. O interior tem três naves e onze altares laterais, coberta por um telhado apoiado por trinta colunas dóricas.

A Rotonda de lom Homes Ilustres (Rotunda de ilustres homens) é um monumento circular, feito de pedra extraída. Foi construído para honrar a memória de pessoas ilustres de Jalisco.

Foi construído em 1952, e que contém colunas de dezessete anos que marcam um espaço circular, contendo noventa e oito urnas com os restos mortais dos honrados. Do outro lado da rua está o Palácio Municipal, que foi construído em 1952.

  • Possui quatro fachadas de pedra extraída, e principalmente de design neoclássico com elementos tais como pátios, entradas e colunas que imitam as estruturas mais antigas da cidade. O Palácio do Governo do Estado está em estilo neoclássico e Churrigueresque, e foi iniciado no século XVII e concluído em 1774.

O interior foi completamente remodelado, após uma explosão em 1859. Este edifício contém uma série de pinturas murais feitas por José Clemente Orozco, um nativo de Jalisco, e inclui “Lucha Social”, “Circo Político” e “Las Fuerzas Ocultas”. A última retrata Miguel Hidalgo y Costilla, com o braço levantado acima de sua cabeça de raiva contra o governo e a igreja.

Até!