Escova de Carbocisteína: Sua diferença do formol e seus resultados

Carbocisteína e o formol são totalmente diferentes em suas ações nos cabelos e o povo quer saber quais são essas diferenças. Além das possibilidades prejudiciais normais no manuseio errado do formol e se concentrando apenas no fator efeito sobre o cabelo se sabe que o formol atua somente na superfície dos fios o que causa a quebra dos mesmos.

EscovaCarbocisteina

No caso da carbocisteína vai além da superfície penetrando no interior dos fios agindo profundamente. Assim, em sua composição a carbocisteína não possui componentes prejudicais à saúde da pessoa, não deixa aquele cheiro desagradável tão pouco emite fumaça o que não causa irritação aos olhos.

Como uso da Escova de Carbocisteína seus cabelos são hidratados devido a penetração do produto além da parte da superfície e reduz sistematicamente o volume dos mesmos. O alisamento é obtido com o uso gradativo da escova de carbocisteína que também dá perfeito caimento dos fios. Para as mulheres que amam o alisamento, a escova de carbocisteína deve ser feita a cada três meses conseguindo assim um alisamento perfeito sem nenhum risco à saúde.

Até Breve

6 comentários em “Escova de Carbocisteína: Sua diferença do formol e seus resultados

  1. gostaria de saber se a ecova de carbocisteina não tem cheiro forte quanto ativada pelo secador ou chapinha

  2. Realmente essa imformações são verdadeiras basta o profissional ser consciente e dizer não ao Formol!!!!!

  3. Dica para meus colegas cabeleireiros e cabeleireiras, a melhor escova com CARBOCISTEINA É REDUCTION DA QUALITY COSMÉTICOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *