em Saúde

Enxaqueca – Sintomas e Tratamentos

Atualmente, é comum encontrarmos pessoas que sofrem com algum problema de saúde, problema esse que acaba causando alguns desconfortos como estresses, mau humor, entre outros, interferindo, assim, na vida social.

Entre esses problemas que tem sido causa de inúmeras chateações podemos destacar a enxaqueca que tem feito um numero muito grande de vitimas, afetado tanto homens como mulheres. E para lhe ajudar, queremos trazer algumas informações relevantes que diz respeito a essa doença. Fique atento.

O que é a Enxaqueca?

A enxaqueca é uma condição clínica configurada por vários graus de dores internas na cabeça. Trata-se de uma doença crônica que atinge cerca de 18% das mulheres e, aproximadamente, 6% dos homens. A enxaqueca é caracterizada por uma dor no pescoço ou na zona cervical que também interpretada como enxaqueca. A enxaqueca resulta da pressão exercida por vasos sanguíneos dilatados no tecido nervoso cerebral subjacente.

Enxaqueca – Sintomas e Tratamentos

Características da enxaqueca:

A enxaqueca ela se caracteriza por fortes dores de um lado da cabeça, uma dor pulsante ou latejante, com crises de intensas de dores, que acabam influenciando no desenvolvimento das atividades diárias. Entre os sintomas da enxaqueca podemos destacar as náuseas, vômitos, sensibilidade a luz e diversos outros sintomas.

Suas Causas

Esta trata-se de uma doença multifatorial, várias são as causas conhecidas pela medicina atual. A soma de fatores genéticos e ambientais faz com que essa doença se manifeste nas pessoas que tem contanto com o cigarro, poluição, variação climática, odores de perfumes e produtos químicos, além de fatores hormonais, comportamentais como alto grau de exigência, oscilação do humor, irritabilidade, ansiedade, depressão.

A enxaqueca também está relacionada ao sono (dormir muito, dormir pouco). Estas causas compõem os aspectos mais importantes ao aparecimento da doença.

Tratamento

O tratamento para enxaqueca destina-se a recompor tais alterações de neurotransmissão. Nos momentos de crise, pode ser usados analgésicos, porém a forma mais precisa no tratamento envolve o uso de substancias vaso construtoras que agem diretamente no receptor serotonina.

Você ainda pode optar pelo tratamento sintomático, como o próprio nome diz, trata os sintomas, ou seja, quando a pessoa apresenta dor, faz-se o tratamento sintomático para que ela desapareça, tomando remédios que tiram a dor.
Se você deseja mais informações quanto ao tratamento de enxaqueca, acesse o site abaixo:

Fique Sabendo!

Escrever comentário

Comentário