Dj Topless Cris Miller mostra seu corpo em show

Cris Miller. Já com o nome de DJ Topless é criada uma nova onde da música mecânica, pois agora tirar a roupa e mostrar os seios e até o corpo todo já faz parte do show. Eles chamam de “Balada liberal”, é o que frisa bem a assessora de imprensa justificando os atos da DJ paranaense Cris Miller. Cris Miller foi notícia em algumas mídias e como diz a Revista Trip: “Cris Miller veio mostrar todo seu talento, aliás, os seus dois talentos” fazendo um duplo sentido que primeiro se refere ao talento de ser uma boa Dj e ao talento de mostrar seu corpo, ou em outro sentido os dois talentos seriam os dois seios.

Dj Cris Miller

Mas são necessários R$ 300 para aflorar na noite ao som de seu zunido e ver seios siliconados (siliconados é palavra minha, pois ela afirma que são talentos naturais) envoltos em um corpo seminu para esbanjar sensações que se afloram noite adentro.

A noite vai num esfrega-esfrega “profissionalmente” onde se ouve palavrões e xingamentos.

A ideia veio de um curso de DJ feito na Espanha conforme ela diz: “era a coisa mais normal do mundo as mulheres ficarem com os seios de fora”.

Ela entra no palco bem vestida e comportada e aos poucos vai se transformando na mais nova sensação do setor. Ela não se preocupa com o ritmo, para isto tem o famoso Dj Mallbeck para garantir os prazeres do ouvido. Ela porem leva ao ápice ao tirar os fones de ouvido dos ouvidos e os colocar nos seios.

Deixe uma resposta