Conheça um pouco sobre o Carteiro

Antes da escrita, as mensagens que eram enviadas pelos mensageiros eram verbais, as quais viajavam grandes distâncias até chegar ao seu destino final. Ciro, o Grande, organizou o correio persa, o qual viajava 2.500 quilômetros e se estendia do Mediterrâneo ao Golfo Pérsico; os serviços eram utilizados exclusivamente pela monarquia, tal situação só mudou na Europa, no início do século XVI, quando o serviço de correios passou a ser acessível aos que tinham condições de pagar as tarifas.

Atualmente o carteiro é um empregado da empresa dos Correios e tem por função distribuir a correspondência para a população.

Mesmo que estejamos vivendo numa época totalmente computadorizada, em que a Internet, os e-mails e torpedos fazem parte do nosso cotidiano, ainda assim não há como viver sem o serviço do carteiro, sem contar que muitas pessoas preferem escrever cartas ao digitar um e-mail. Convenhamos, mas realmente é muito gostoso ter em mãos uma carta escrita a punho do que receber um e-mail na caixa postal; uma carta escrita traz consigo um pouco do sentimento de quem a escreveu, ali tem tempo dedicado, pois escrever leva mais tempo do que simplesmente digitar.

Para atuar como carteiro é necessário ter o Ensino Fundamental ou Ensino Médio, fazer o concurso na empresa dos Correios e, no caso de ser aprovado, receber o treinamento necessário, bem como ter responsabilidade, ser carismático, dinâmico, ágil, usar a lógica, gosto em lidar com as pessoas.

Até o momento os Correios contam com quase 100 mil funcionários, sendo que destes 50 mil são carteiros.