em Geral

A guerra dos navegadores

Mes com um esforço dobrado dos designers que defendem normas para matar o Internet Explorer 6, está difícil – ele não quer morrer. A Microsoft também ainda não desistiu do filho em sua velhice – estendeu o suporte para o navegador pelo menos até meados de 2010.

O Firefox já está mais popular que IE6 de acordo com as estatísticas de outubro feita por Ars Technica, o navegador já velhinho (Internet Explorer 6), ainda permanece nas TI de empresas pois a substituição para outros navegadores tem que passar por uma série de burrocracia (bem sei o que estou falando – experiência própria).

Entretando IE6 ainda morde 23% do mercado, fato que levou a Microsoft estender o suporte a ele -, infelizmente, e digo novamente, infelizmente é um percentual maior do que qualquer outra versão do próprio IE (Internet Explorer) – e isso se deve ao fato que no caso das grandes corporações como falado acima, e muitos computadores ainda não suportar a versão superior (IE7, IE8). Em contra-tempo, ao somar o uso de todas as versões do Firefox, encontramos 24,07%, e isso atinge uma margem bem superior que uma única edição antiga do Internet Explorer.

Enquanto isso, na grande teia virtual (a web) mais parece um filme de Jornada nas Estrelas – os navegadores entram em guerra, com os navegadores Webkit, Chrome e Safari os dois ganharam este ano e estão crescendo. O Google Chrome está crescendo mais rápido – agora está fechando suas bagatelas de 3,58% para 4,42% do Safari.

Até Breve

Escrever comentário

Comentário