A carta de suicídio de Cibele Dorsa foi proibida

A carta de suicídio de Cibele Dorsa foi proibida – Antes de suicidar, Cibele Dorsa teria enviado uma Carta de Suicídio para a Revista “Caras”. Com a edição já na gráfica em edição e já impressa, lamentavelmente ela sairá com a carta, mas escondida em tarjas pretas por ter sido censurada, uma determinação dos advogados envolvidos.

A carta de suicídio de Cibele Dorsa foi proibida
A carta de suicídio de Cibele Dorsa foi proibida – Parte do teor da carta diz o seguinte:

“Não aguento mais viver, ou melhor, sobreviver. A comida não desce, sinto um nó na garganta, estou ficando cada dia mais magra, sinto minha pele se descolando do meu corpo. A dúvida é, se eu acabar com a minha vida, estou sendo suicida? Como posso ser suicida se já me sinto morta? Pior, uma morta que ainda sente a dor do corpo, do coração… Eu não me considero suicida, estou sofrendo mais dor agora do que quando sofri o acidente de carro. Agora não tem morfina, não tem nada que acalme essa dor, nada que faça parar essa sensação de perfuração no meu peito. Ainda por cima, o Doda parece nunca cansar de me humilhar, ele não se satisfará nunca mesmo. É o pior homem que já conheci em minha vida, um lobo em pele de cordeiro”

O site de entretenimento do msn publicou esse trecho da carta no Famosidade caso queira confirmar a leitura do artigo ir nesse endereço: entretenimento.br.msn.com/famosos

Fique sabendo.